21º Dia: 01/07 | Reivindicando as Promessas do Pai

(Gênesis 12:1-3) – Abençoar aqueles que abençoarem O Povo do Livro.

Há uma legalidade espiritual pelo fato de um Brasileiro chamado Oswaldo Euclides de Souza Aranha (advogado, político e diplomata brasileiro), ter presidido a reunião da ONU na criação do Moderno Estado de Israel.

Portanto, considerando esse Ato como uma Aliança do povo brasileiro com Israel, e, segundo as Escrituras:

“Quero dizer isto: A Lei, que veio quatrocentos e trinta anos depois, não anula a aliança previamente estabelecida por Deus, de modo que venha a invalidar a promessa.” Gálatas 3:17.

“Desperta-me a memória; entremos juntos em juízo; apresenta as tuas razões, para que possas justificar-te.” Isaías 43:26.

Clamemos juntos ao Pai as promessas que as Escrituras Sagradas nos garantem, e que a fundação do Estado de Israel teve a participação direta do povo brasileiro.

  • “Olhe para nossa Nação ó Eterno Pai, socorra-nos neste tempo de tribulação”.
  • “Perdoa-nos Senhor Deus pelos pecados de nossos governantes contra a Nação Santa”.
  • “Aceita Bondoso e Eterno Pai nossos argumentos pois o fazemos à luz da Tua palavra”.

Fonte: Brasil de Joelhos