“Declaração de Manhattan” expressa a oposição dos cristãos americanos ao aborto e ao casamento homossexual