Presidente da Câmara Paulo Bagueira dá boas-vindas a Ronaldo. Foto/ divulgação (Vinicius Martins)

Ao ser empossado, ele assume lacuna deixada pelo vereador Carlos Macedo, suspeito de envolvimento na morte de Lúcio da Nevada. Novo parlamentar diz que o momento não é de festa

O Presidente da Câmara de Vereadores de Niterói, Paulo Bagueira (PPS) empossou nesta terça-feira em seu gabinete, o Pastor Ronaldo, do Partido Trabalhista Nacional (PTN), na vaga do vereador licenciado Carlos Macedo (PRP).

Macedo permanece preso no Complexo Penitenciário de Gericinó suspeito de envolvimento no assassinato do vereador eleito, Lúcio do Nevada, em outubro do ano passado em Niterói.

A solenidade contou com a presença dos vereadores Bruno Lessa (PSDB), Renato Cariello (PDT), Verônica Lima (PT) e Paulo Henrique Oliveira (PPS), do Secretário de Estado de Desenvolvimento Local, Abastecimento e Pesca, Felipe Peixoto, parentes e amigos do vereador empossado.

Com 47 anos, Ronaldo Oliveira da Silva, é casado, têm dois filhos e pertence aos quadros da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro. Nas últimas eleições ele recebeu 1.943 votos. “Este não é um momento de festa e celebração. Assumo este mandato convocado pelo Presidente Paulo Bagueira para preencher um espaço de uma pessoa que foi morta e de uma outra que está ausente da sua família”, disse ele ao se referir aos vereadores Lúcio do Nevada e Carlos Macedo. “A Câmara está levando este caso com muita responsabilidade e enquanto estiver à frente do mandato farei de tudo para cumprir o meu compromisso com a população de nossa cidade”, concluiu.

Ronaldo é um dos pastores adjuntos da Comunidade Shamah em Jurujuba, Niterói.

Presidente da Câmara de Niterói dá boas-vindas ao vereador- Antes da leitura do termo de posse, o presidente Paulo Bagueira ressaltou a importância do trabalho legislativo na cidade de Niterói e disse esperar que o novo vereador, exerça o seu mandato com seriedade e competência. “Estamos trabalhando com muita transparência e responsabilidade e costumo afirmar aos meus colegas de que quando o vereador exerce um bom trabalho, quem ganha é a cidade. Faço votos que o Pastor Ronaldo possa fazer um bom trabalho no período em que estiver aqui na Câmara. Já a partir desta terça-feira, o Pastor Ronaldo estará em plenário participando das votações”, disse Bagueira. 

Fonte O Fluminense