Em nota, Israel busca justificar ataque e diz que ativistas eram terroristas