A Holanda é uma sociedade multicultural com muitos partidos políticos. A sociedade dá uma grande importância aos valores da tolerância e igualdade de direitos. É também fortemente individualista e humanista.

A Reforma Protestante teve uma influência significativa na sociedade holandesa, mas durante o último século estes efeitos rapidamente diminuíram. A influência da Igreja Católica decresceu no último século, e embora o movimento evangélico tenha apresentado um crescimento rápido, isso não impediu o declínio da filiação eclesiástica em geral.

Segundo a pesquisa realizada em 2004 pelo Central Statistics Bureau quase 40% da população não se consideram seguidores de qualquer religião.

Embora a Holanda possa olhar para trás e ver uma longa tradição do cristianismo, o país é conhecido mundialmente por suas opiniões liberais sobre a eutanásia, prostituição e drogas. Nas grandes cidades, muitas igrejas têm fechado suas portas após um período de muitos anos lutando com a diminuição das congregações.

No entanto, há muito a agradecer a Deus pelas igrejas protestantes: o crescente movimento evangélico atual, que dá esperança para o futuro. Ao contrário de seus pais, os jovens em geral estão se tornando mais abertos ao evangelho. Apesar desta abertura abraçar todas as formas de crença espiritual, a religião já não é automaticamente rejeitada.

Estatísticas sobre religião:
Catolicismo – 32.8%
Sem religião – 38,0%
Protestantismo – 21,7%
Islamismo – 5,0%
Independente – 1.0%

Estatísticas sociais:
População – 16.592.232 habitantes (2009)
Espectativa de vida ao nascer: 79,4 anos
Domicílios com acesso à água potável – 100 %
Domicílios com acesso a rede sanitária – 100 %
Taxa de alfabetização – 99 %